Enem: Entenda o processo de correção das Redações do Enem



Enem: Entenda o processo de correção das Redações do Enem

A correção das redações do Enem é a etapa de composição das notas que mais provoca insegurança nos candidatos. Muitas polêmicas sempre rondaram o processo de correção das redações do Enem, inclusive com notícias de revisão posterior de notas. Em mais de uma oportunidade, o próprio MEC reconheceu haver falhas na atuação dos avaliadores.

Com o objetivo de devolver credibilidade ao processo, muitas mudanças foram implementadas para a correção das redações a partir do Enem 2012. Veja a seguir como se dá o processo de correção das redações.

Redação uma das principais etapas da prova do Enem - PontoEnem

Redação: uma das principais etapas da prova do Enem

Conheça cada etapa da correção das Redações do Enem

Para realizar as correções das redações do Enem o MEC contrata mais de 6.000 profissionais. Segundo o MEC, todos os profissionais passam por treinamento, inclusive sobre o tema de redação aplicado no Enem. Essas medidas buscam minimizar o fator subjetivo e, para ampliar a transparência, foi garantido aos alunos o acesso ao espelho de suas redações.

São essas as etapas do processo de correção das redações do Enem:

Etapa 1 – A redação é submetida ao primeiro corretor que atribuirá uma nota a cada uma das cinco competências exigidas pelo MEC. Cada competência possui valor máximo de 200 pontos, portanto, 1000 é a nota máxima possível na redação do Enem.
Etapa 2 – A redação é submetida ao segundo avaliador que repetirá o processo realizado pelo primeiro e atribuirá nota de 0 a 1000, considerando cada uma das cinco competências que valem 200 pontos.
Possível Desempate 1 – Se a diferença entre as notas do primeiro e do segundo corretor ultrapassar 200 pontos, a redação é submetida a um terceiro avaliador. O terceiro avaliador será acionado também caso haja diferença de 80 pontos na nota atribuída pelos outros dois corretores em qualquer das cinco competências avaliadas no Enem.
Etapa 3 – O terceiro corretor repete o processo e atribui à redação nota de 0 a 1000. Caso não haja diferença entre o terceiro e pelo menos um dos outros avaliadores, a nota final será a média aritmética das notas que mais se aproximarem.
Possível Desempate 2 – Se persistir a diferença de 200 pontos entre os três corretores, uma banca composta por três outros avaliadores especialistas será acionada.
Etapa 4 – Após a banca de três corretores especialistas analisar a redação, uma nova nota final será atribuída à redação.

 

As redações do Enem também podem ser anuladas, recebendo automaticamente a nota 0. Entenda os motivos que podem anular uma redação no Enem:

 

Motivo 1 – Fugir do tema, o que significa não atender a proposta de redação apresentada pelo Enem. Também são anulados textos que não apresentam a estrutura dissertativo-argumentativo.
Motivo 2 – Entregar a folha de redação em branco.
Motivo 3 – Redações com menos de sete linhas escritas ou que realizam cópia dos textos motivadores da proposta de redação do Enem com o objetivo de ultrapassar o número mínimo de linhas exigido.
Motivo 4 – Escrever ofensas, fazer desenhos ou qualquer outra forma proposital de anulação.
Motivo 5 – Apresentar qualquer tipo de desrespeito aos direitos humanos.

 

Todos nós envolvidos de alguma forma com o Enem esperamos que essas mudanças agreguem a necessária credibilidade à prova de redação.

É possível encontrar essas e outras informações no guia da prova de redação do Enem publicado pelo próprio MEC.

Mais dúvidas sobre os critérios de correção das redações do Enem? Veja mais textos do PontoEnem


Comments are closed.